Imagine a situação: Plantão policial em uma Delegacia da região metropolitana (DP de Jacaraípe – Serra – ES), município dos mais violentos do Estado do ES. Virada de ano de 2008 para 2009. Alguns policiais civis e militares em frente à DP, que também fica em frente à Praça do Encontro das Águas, onde foram centralizadas as comemorações da virada de ano naquele município.

Logo após a virada de ano novo chega uma garota, aparentemente embriagada, que disse ter 22 anos, dizendo ser fugitiva da Polícia Federal e que estava ali para se entregar. Os policiais ficaram estupefatos com a situação e não sabiam se acreditavam ou não no alegado pela garota.

A mesma, sem portar nenhum documento, foi conduzida até o interior da unidade policial e ao consultar a Polinter… rs… Bingo! Constava Mandado de Prisão contra a referida… Crimes: Porte de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas…

Foragida Bêbada

Porém, cerca de uma hora depois, a garota começa a dizer que inventou a história, e que estava embriagada, e que seu nome não era o que ela teria alegado, mas sim outro, e que o nome que fora dito anteriormente seria de sua prima que não mora mais no estado do ES. Informamos que somente poderíamos sanar a dúvida com os documentos pessoais da mesma, tendo em vista que alega ser residente na Bahia e não ter RG do ES. E para piorar a situação, a garota diz que não tem nenhum documento com ela, nem no local onde está, sendo que todos os seus documentos estariam na Bahia.

E aí? Difícil de acreditar hein? Pois é… Êta vida difícil, rs…

Curioso pelo desenrolar? Eu também… rs…

Foragida bêbada e esperta
Gostou da leitura?