Aí está… Como não poderia deixar de ser, mais um pilantra,um golpista, estelionatário, utilizando o site de vendas Mercado Livre para aplicar golpes em pessoas que acabam confiando também em qualificações daquele site.

Verifica-se que algumas pessoas costumam fazer diversas vendas de produtos de preço baixo somente para conseguir qualificações, já com o intuito de ter boa qualificação, passando a vender produtos de valor maior, e, com má-fé, aplicar golpes, recolhendo os valores depositados e não enviando nenhum tipo de produto.

Logo, recomendo novamente, muito cuidado com compras no Mercado Livre. Sugestão: opte sempre por vendedores do mesmo estado ou cidade que você mora, pois assim fica mais fácil buscar eventuais prejuízos, se bem que o ideal é buscar o produto fisicamente e pagar pessoalmente, somente depois de testar e se certificar de que o produto que está sendo entregue corresponde ao que foi vendido.

Segue abaixo matéria no site da Info Online, da Editora Abril, sobre uma prisão realizada no Rio de Janeiro.

—–

SÃO PAULO – Um jovem acusado de lesar cerca de 500 usuários do Mercado Livre foi preso no Rio de Janeiro por golpes na internet.

O acusado era usuário do Mercado Livre desde março de 2004 e reunia 300 avaliações positivas quando iniciou a oferta de câmeras fotográficas digitais no site dos leilões.

Os preços exigidos pelo jovem eram 50% mais em conta que os praticados no varejo.

Em um único mês, o suspeito efetuou 500 vendas de câmeras. Para ganhar tempo e convencer os compradores a depositar o pagamento, o jovem enviava caixas vazias pelos Correios. A tática visava enviar um número de rastreamento para o comprador acreditar que, de fato, seu pedido foi despachado.

O golpista tomava ainda o cuidado de preencher o endereço com pequenos erros, a fim de dificultar a entrega dos Correios, o que lhe dava tempo para aplicar mais golpes.

Quando os primeiros usuários perceberam que foram vítimas de uma fraude, recorreram à polícia. O suspeito cometeu um erro simples na operação, forneceu sua própria conta bancária para receber os depósitos.

Segundo a Polícia Civil do Rio, os investigadores conseguiram o nome do acusado por meio de seus dados bancários e o prenderam quando ele ia ao banco sacar dinheiro. A prisão foi feita por investigadores do 54º DP do Rio, da região de Belford Roxo.

No perfil do usuário do Mercado Livre, existem agora 325 qualificações negativas. Vários usuários dizem ter ido à polícia denunciar o golpe.

No perfil, as vítimas pedem que a polícia investigue também os usuários que deram qualificação positiva ao golpista. A suspeita é que o jovem não tenha agido sozinho, mas contado com a ajuda de outros usuários para se tornar MercadoLíder e acumular qualificações positivas.

—–

Bem, o que oriento, na realidade, é muito cuidado… A maioria é honesta, porém, infelizmente, sempre há os pilantras desonestos. Feliz Natal.

Pilantra no Mercado Livre é preso no RJ
Gostou da leitura?