Escolha uma Página
Diferença entre Polícia Civil e Militar

Diferença entre Polícia Civil e Militar

O Brasil é um dos únicos países do mundo em que a polícia que faz o policiamento das ruas é diferente da polícia que faz as investigações dos crimes já ocorridos, havendo, portanto, diferença entre a Polícia Militar e a Polícia Civil.

Essa diferença tem a ver com o que se chama de ciclo completo de polícia, sendo que na maioria dos países há uma única polícia que faz o policiamento das ruas evitando os crimes e faz as investigações dos crimes após terem ocorrido.

Antes de tratarmos das diferenças, vamos falar das semelhanças entre a Polícia Civil e a Militar:

  • são estaduais;
  • são públicas, não havendo polícia privada no Brasil;
  • são compostas por policiais;
  • para ser policial deve-se ser aprovado em concurso público;
  • exercem o poder de polícia;
  • têm mais atribuições além das previstas constitucionalmente;
  • somente podem fazer o que a lei determina;
  • usam viaturas policiais;
  • têm direito de portar arma de fogo em todo o Brasil, mesmo estando de folga;
  • têm funções fiscalizadoras, nos termos de leis federais e estaduais;
  • podem usar a força, via de regra, para que suas ordens sejam cumpridas, nos limites da lei.

As polícias brasileiras estão previstas no artigo 144 da Constituição da República Federativa do Brasil, veja no quadro abaixo:

Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:

I – polícia federal;

II – polícia rodoviária federal;

III – polícia ferroviária federal;

IV – polícias civis;

V – polícias militares e corpos de bombeiros militares.

§ 1º A polícia federal, instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido pela União e estruturado em carreira, destina-se a:”

I – apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei;

II – prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o descaminho, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência;

III – exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras;

IV – exercer, com exclusividade, as funções de polícia judiciária da União.

§ 2º A polícia rodoviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União e estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das rodovias federais.

§ 3º A polícia ferroviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União e estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das ferrovias federais.

§ 4º Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares.

§ 5º Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública; aos corpos de bombeiros militares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a execução de atividades de defesa civil.

§ 6º As polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do Exército, subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos Governadores dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios.

§ 7º A lei disciplinará a organização e o funcionamento dos órgãos responsáveis pela segurança pública, de maneira a garantir a eficiência de suas atividades.

§ 8º Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.

§ 9º A remuneração dos servidores policiais integrantes dos órgãos relacionados neste artigo será fixada na forma do § 4º do art. 39.

§ 10. A segurança viária, exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do seu patrimônio nas vias públicas:

I – compreende a educação, engenharia e fiscalização de trânsito, além de outras atividades previstas em lei, que assegurem ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente; e

II – compete, no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, aos respectivos órgãos ou entidades executivos e seus agentes de trânsito, estruturados em Carreira, na forma da lei.

Como pode ser observado, considerando que estamos analisando a diferença a Polícia Civil e Militar, vamos nos limitar a observar tão somente os incisos e parágrafos que tratam delas.

Polícia Militar

As atribuições constitucionais da Polícia Militar, previstas no artigo 144 da CF, já visto acima, já separada do texto e para facilitar sua leitura estão a seguir:

§ 5º Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública; aos corpos de bombeiros militares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a execução de atividades de defesa civil.

É de se perceber, portanto, que a atribuição principal das Polícias Militares são a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública.

Por polícia ostensiva deve-se entender que é o policiamento uniformizado e armado realizado para a prevenção de crimes, dos mais variados tipos.

diferença entre policia militar e civil 400

Por preservação da ordem pública significa em um vocabulário mais coloquial a manutenção do estado de ordem das ruas e entre a população, um estado de normalidade em que as pessoas possam ir e vir com segurança e tranquilidade.

É o estado em que as leis são cumpridas pelo Estado e pela população, estando garantidos os direitos e garantias constitucionais, assim como os deveres de cada um são cumpridos.

Portanto, de forma resumida, a principal atividade da Polícia Militar é o policiamento das ruas com o fim principal de evitar que os crimes ocorram e dando o primeiro apoio quando da sua ocorrência, passando em seguida, caso não haja detenção em flagrante por parte da PM, a atribuição de investigação para a Polícia Civil.

Os cargos da Polícia Militar são, via de regra, Soldado, Cabo, Sargento, Tenente, Capitão, Major, Tenente-Coronel e Coronel.

Polícia Civil

Passando a analisar a legislação vigente, como no quadro inserido no início deste artigo, temos a seguinte atribuição constitucional da Polícia Civil:

§ 4º Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares.

É de se perceber, portanto, que a atividade principal da Polícia Civil é a apuração de infrações penais e as funções de polícia judiciária.

São infrações penais todos os crimes e contravenções penais, mesmo com penas mais brandas.

diferença entre policia civil e militar 400

As investigações dos crimes de menor potencial ofensivo também são de atribuição da Polícia Civil.

A Polícia atua, via de regra, após a prática do delito, fora da situação flagrancial.

Importante salientar que todas as pessoas que são detidas pela Polícia Militar devem ser apresentadas imediatamente ao Delegado de Polícia, que irá fazer a análise das versões dos fatos e decidirá ou não pela prisão do indivíduo suspeito de determinada prática criminosa.

Os cargos da Polícia Civil são, via de regra, Delegado, Escrivão, Investigador (em alguns Estados também chamado de Inspetor ou Agente), Perito Criminal, Médico Legista dentre outros cargos de acordo com a legislação de cada Estado.

Diferença entre Polícia Militar e Civil

Concluindo, portanto, temos que ambas as polícias têm muitas semelhanças e diferenças.

A diferença principal é que a Polícia Militar atua fardada na tentativa de se evitar que os crimes ocorram e mantendo a ordem nas ruas das cidades.

Enquanto isso, o papel principal da Polícia Civil é o de investigar as práticas criminosas e contravenções após elas não terem sido evitadas.

É importante ressaltar que nas situações de crimes militares a Polícia Militar poderá agir na investigação, tendo em vista previsão legal para tanto.

policia militar e civil

Caso tenha alguma dúvida basta fazer no campo de comentário abaixo.

Se gostou desse texto compartilhe no seu Facebook e convide amigos para lerem e aprenderem mais sobre as diferenças das polícias.

Até a próxima.

Como estudar para o Concurso da PCES 2018

Como estudar para o Concurso da PCES 2018

Está anunciado para muito em breve ser divulgado o edital para diversos cargos da Polícia Civil e no momento da produção deste texto ainda não houve a sua publicação, que estimamos para o mês de março ou abril de 2018.

As vagas que possivelmente serão objeto do edital são Investigador, Escrivão, Psicólogo, Assistente Social, Perito Oficial Criminal, Médico-Legista e Auxiliar de Perícia Médico-Legal.

Atualmente é grande a necessidade de recomposição do efetivo policial, tendo em vista a grande quantidade de profissionais que pedem exoneração em virtude de aprovação em outros concursos e também é grande a quantidade de policiais que se aposentam.

COMO ESTUDAR PARA O CONCURSO DA PCES 2018

Bom, para darmos início vou levar em consideração que você tenha pelo menos o mínimo conhecimento de todas as disciplinas que podem ser exigidas no certame, pois podem ter sido ministradas quando de sua faculdade ou ensino médio.

Acredito apenas que os candidatos ao cargo de Investigador devem ter um pouco mais de dificuldade, tendo em vista a provável cobrança de disciplinas do ramo do Direito.

Digo isso porque a exigência é de qualquer curso superior para o cargo de Investigador e por uma conclusão lógica acredito que apenas os graduados em Direito tiveram em sua graduação as disciplinas cujas noções devem ser cobradas.

A mesma dificuldade pode ocorrer para os candidatos ao cargo de Auxiliar de Perícia Médico-Legal, pois há a possibilidade de que matérias técnicas mais aprofundadas sejam exigidas.

MATERIAL DE ESTUDO

Aqui começa a primeira dúvida: Por qual material estudar?

A minha sugestão é que você faça uma análise de como seria a melhor forma de obtenção e armazenamento de informações no seu cérebro.

Você deve analisar qual o meio você tem mais facilidade de aprendizado.

LEI SECA OU LEI PURA

Eu indico que em relação às disciplinas de Direito, o foco deve ser em Lei Seca, ou seja, a lei propriamente dita.

estudar por meio de lei seca

Para consultar lei seca sugiro sempre que leiam o texto que se encontra no site do Planalto, da Presidência da República.

Normalmente ali as leis estão bem atualizadas.

Para encontrar mais rápido, vá no Google e apenas digite CP para Código Penal, CPP para Código de Processo Penal e CF para a Constituição.

Em relação a Direito Administrativo e alguns tópicos de Direito Constitucional, caso haja previsão do Edital, é ideal pesquisar por itens, pois podem estar em leis específicas, logo, atenção ao último edital e quando o novo for divulgado, foco total nele.

APOSTILAS

Além da lei seca, uma segunda forma de estudo, que pode ser complementar, é estudar por meio de apostilas.

Navegando pela internet, utilizando também o Google, é possível encontrar algumas apostilas em PDF para ler no próprio computador, celular ou tablet ou apostilas físicas, em formato de livro, ue eu prefiro, pela facilidade de fazer anotações e para poupar os olhos das telas de computador e celular.

Estudar por meio de apostilas pode ser útil pois algumas são compostas pelas disciplinas que efetivamente serão objeto de cobrança no concurso.

Deve-se tomar muito cuidado com apostilas antigas e produzidas há mais de dois ou três anos, pois alguma parte da legislação pode estar desatualizada.

CURSOS PRESENCIAIS

Uma terceira forma são os cursos presenciais na sua cidade e que são ministrados por professores experientes na área em que lecionam.

Para o cargo de Investigador de Polícia, aconselho o curso que será ministrado pela Associação dos Delegados de Polícia do Espírito Santo – ADEPOL/ES em conjunto com o Sindicato dos Delegados de Polícia do Espírito Santo, Sindepes.

Para saber mais sobre o curso faça contato telefônico no (27) 3235-3035.

estudar por meio de curso presencial

Os cursos presencias são forma mais tradicional de estudos preparatórios para concursos e costuma trazer bons resultados quando o aluno é dedicado.

Na verdade, em qualquer forma de estudo, quando o aluno se dedica ele obtém bons resultados.

CURSOS ONLINE

A quarta forma de estudo é por meio de cursos online, que são ideais para aquele aluno que quer ter os benefícios do curso presencial e a facilidade de poder escolher os melhores dias e horários para estudar.

Com a facilidade dos horários do curso online, o aluno pode preparar a sua própria agenda.

Um elemento que traz bastante dificuldade é que os alunos podem acabar por deixar de assistir às aulas, diminuir a carga horário e acabar deixando de assistir às aulas e realizar as tarefas propostas.

APLICATIVO DE QUESTÕES

Um material adicional, complementar a qualquer uma das 4 técnicas de estudo acima são os aplicativos de celular.

Existem na atualidade dezenas de aplicativos de celular que podem ser utilizados pelos alunos.

A ideia do aplicativo de celular para complementar seus estudos está diretamente ligada à colocação em prática os ensinamentos adquiridos nas aulas.

Outro ponto positivo de inserir os aplicativos em sua rotina de estudos é o fato de você poder escolher quais disciplinas e assuntos serão objeto de estudo / resolução.

Sobre aplicativos, indicamos o Studos para Concursos da BR2 Cursos.

PROVAS SIMULADAS

Uma outra forma de trazer mais realidade aos seus estudos está relacionada com a prática de provas simuladas.

prova simuladaAs provas simuladas, via de regra, são provas que o aluno irá realizar preferencialmente aos domingos a fim de que seja realmente simulado o dia de prova.

A prova simulada pode ser inédita, elaborada por uma empresa especializada, o que é difícil em se tratando de um concurso considerado pequeno e muito regional. Um exemplo dessas provas inéditas, a título de curiosidade, é o Projeto Delegado, específico para o cargo de Delegado de Polícia Civil.

Além das provas inéditas citadas acima, uma forma mais ao alcance dos alunos é encontrar provas do mesmo cargo que tenham sido realizadas no passado ou provas da mesma banca, no caso de já ter sido apresentada, mas de outros cargos que tenham disciplinas equivalentes.

Então é isso pessoal, estas são as dicas que entendi por bem trazer a todos os concursandos que tentarão fazer a prova da Polícia Civil do estado do Espírito Santo para diversos cargos.

BÔNUS

E, se você quiser dicas extras e eficientes para passar em qualquer concurso público, não deixe de conferir os conselhos de Kalebe Dionísio, Oficial de Justiça e Avaliador Federal, que conseguiu ser aprovado e nomeado em 8 concursos federais com apenas 22 anos de idade.

E se você está se perguntando qual o real segredo do sucesso deste jovem, está TUDO revelado no livro O Segredo para Passar em Concursos Públicos em 1 Ano. Ficou interessado? Por meio do link você consegue adquirir o e-book e curso em vídeos, por um preço especial ao leitores do Blog do Delegado Rafael Corrêa; e ficar mais perto de seu sonho de passar em um concurso público.

Caso tenha alguma dúvida ou algum esclarecimento podem fazer por meio dos comentários abaixo.

Forte abraço e até a próxima!

Concurso PCES 2018 – Detalhes dos Cargos

Concurso PCES 2018 – Detalhes dos Cargos

Olá pessoal, tenho recebido dezenas de mensagens diariamente com alunos em dúvida sore o concurso da Polícia Civil do Espírito Santo (concurso PCES 2018) deste ano.

As pessoas têm me procurado em virtude de eu ter postado muitas orientações e sugestões nos últimos meses sobre o Concurso PCES 2018.

Vamos, então, trazer informações por partes. (mais…)

Guia Prático Para Passar em Concurso Público

Guia Prático Para Passar em Concurso Público

Como passar em concursos públicos - Guia prático para ser aprovado em concurso público em 1 ano

QUEM É O PROFESSOR DO CURSO?

Kalebe Dionísio é Recordista Brasileiro, sendo o “Jovem com maior número de nomeações em concursos públicos federais”.

Com apenas 22 anos, foi aprovado e NOMEADO em 10 concursos federais.

Este recorde foi homologado pelo RankBrasil, que é o Guinness Book Brasileiro.

Também é o fundador do site www.fuiaprovado.com, um dos maiores sites especializados em concursos no Brasil que, desde 2013, vem ajudando a aprovar milhares de candidatos. 

Atualmente, ele exerce o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal no TRT 6ª Região.

A METODOLOGIA DO CURSO “GUIA PRÁTICO”

O curso é baseado numa metodologia única de estudo, desenvolvida e aperfeiçoada pelo Prof. Kalebe Dionísio e que foi responsável por transforma-lo no novo guru dos concursos.

Além de tratar de temas básicos, como organização da rotina, escolha do concurso, cronograma de estudos, materiais recomendados e outros assuntos importantes, o curso também analisa as principais bancas, ensina como fazer uma redação nota máxima, as técnicas de chute e mostra ainda como usar o Tripé da Aprovação para ser aprovado em qualquer concurso.

O Tripé da Aprovação é uma técnica de estudo baseada em 3 atitudes fundamentais e comprovadamente determinantes para sua aprovação num concurso público, são elas:

  • Resumos;
  • Revisões;
  • Resolução de questões.

Os Resumos são essenciais na assimilação e armazenamento do conteúdo estudado.

As Revisões são imprescindíveis na memorização e resgate de todas essas informações, enquanto a Resolução de questões é o que determina seu nível de aprendizado e o qualifica para chegar preparado na hora da prova.

Este Guia mostra, de forma didática, como o Prof. Kalebe Dionísio aplicou essa metodologia que, apesar de simples, é a mais eficiente na preparação para concursos públicos.

A prova da eficiência dessa metodologia são as 10 aprovações do Prof. Kalebe que o transformou no Recordista Brasileiro e também a aprovação de centenas de seus alunos, como mostra nos depoimentos abaixo:

Alguns alunos gravaram vídeos para contar como foi sua experiência com o Guia. Veja no vídeo compilado abaixo:

O QUE VOCÊ VAI RECEBER NO CURSO

MÓDULO 01

Por que fazer concurso público? 

MÓDULO 02

Como escolher o concurso? 

MÓDULO 03

Por onde começar? 

MÓDULO 04

Como organizar o edital? 

MÓDULO 05

O Tripé da Aprovação (3R) 

MÓDULO 06

Estudando para passar 

MÓDULO 07

Conhecendo as principais bancas 

MÓDULO 08

Técnicas de chute? 

MÓDULO 09

A Reta Final 

MÓDULO 10

Mantendo a saúde em dia 

MÓDULO 11

Como tirar 100 na redação 

MÓDULO 12

Como não desanimar 

O CURSO + 03 BÔNUS EXCLUSIVOS

PRINCIPAIS VANTAGENS DO GUIA PRÁTICO

 

  • – Você não precisa se preocupar com entrega via correios, extravios ou algo do tipo. Todo material é eletrônico e você pode acessar imediatamente de seu computador ou de qualquer dispositivo com conexão à internet.
  • – Todas as aulas são liberadas no primeiro dia. Você não precisa esperar a liberação dos módulos. Você escolhe o ritmo que quer estudar, de acordo com sua capacidade de absorção, implementação e também sua disponibilidade.
  • – Seu acesso não ficará disponível por 2 ou 3 meses. Você terá 12 meses (a partir da data de compra) para estudar, ver e rever as aulas sempre que precisar.
  • – Acesso liberado imediatamente. Optando por pagar com cartão de crédito, o sistema aprovará imediatamente o seu pagamento e em menos de 30 segundos você recebe, em seu e-mail, o acesso ao treinamento .
  • – Contato direto com o professor do curso para tirar qualquer dúvida que surgir. Você não precisará deixar recado com funcionários da equipe quando surgir algum questionamento.

Compre agora por 

12 x R$ 19,19

Antes de mais nada é bom esclarecer que não existe uma fórmula mágica para que você seja aprovado em provas de concursos públicos. O  Guia Prático para Passar em Concursos Públicos em 1 Ano é um curso produzido por um cidadão chamado Kalébe Dionísio.

Trata-se de um curso novo, deve ter algo em torno de 02 anos apenas e tem feito bastante sucesso, sendo um dos cursos online mais vendidos do Brasil.

O Guia Prático para Passar em Concursos Públicos em 1 Ano é um curso com videoaulas e material em PDF para você baixar e imprimir, caso queira.

como passar em concurso público

Se você já é um leitor ou leitora assíduo do meu blog, já sabe que eu sou Delegado da Polícia Civil do Espírito Santo e que fui aprovado em 2006 e nomeado em 2007, sendo que fui aprovado dentro do quantitativo oficial de vagas, que eram 25.

Mas esta postagem não tem como objetivo eu falar de mim, mas sim de mostrar a você um curso que eu já tive acesso ao conteúdo e que realmente eu achei bem bacana e que pode sim ser um diferencial para que você se prepare da melhor forma.

Quero aproveitar aqui e dizer uma coisa que sempre digo e fica até chato por vezes.

Trata-se do lembrete de que você deve resolver centenas, quiçá milhares de questões de provas de concursos anteriores.

Para tanto eu indico o aplicativo Studos Para Concursos da BR2 Cursos, aproveite que você tem 07 dias grátis (sem passar cartão de crédito) para conhecer e aproveitar.

Uma segunda dica que eu sempre dou é a de resolver provas de concursos anteriores.

O ideal seria que você encontrasse provas do mesmo cargo pretendido e da mesma banca organizadora (empresa que elabora a prova).

Caso você não encontre provas da mesma banca e cargo, passe a procurar provas da mesma banca para cargos parecidos ou do mesmo cargo de outras bancas.

Tente sempre seguir essas duas dicas que citei para que tenha sucesso em sua preparação.

Mas claro que apenas essas duas dicas não te farão ser aprovado. Elas ajudarão, mas o ideal é ter uma orientação específica e compilada com as melhores técnicas de estudo e aprendizagem.

E para tanto, hoje venho humildemente sugerir que você continue a leitura desta página e que considere adquirir o curso Guia Prático para Passar em Concursos Públicos em 1 Ano.

A seguir informo todas as vantagens do curso. Caso tenha um tempinho não deixe de assistir ao vídeo no qual o Kalébe Dionísio explica item a item cada capítulo do curso que por ora indico.

E olha que bacana, se você fizer a aquisição do curso clicando no link desta página, após a contratação você terá de bônus exclusivo uma trimestralidade (03 meses grátis) no aplicativo de questões Studos Para Concursos da BR2 Cursos.

Aplicativo de Questões Studos para Concursos BR2 Cursos

Vamos lá conhecer então o  Guia Prático para Passar em Concursos Públicos em 1 Ano.

Diferença entre calúnia, difamação e injúria

Diferença entre calúnia, difamação e injúria

Inicialmente é importante ressaltar que calúnia, difamação e injúria são crimes contra a honra e estão previstos legalmente no Código Penal.

Em se tratando de crimes, importante lembrar e esclarecer que não são contravenções penais, que tem a sua lei específica.

Os crimes contra a honra estão inseridos no capítulo respectivo no Código Penal, entre os artigos 138 e 145. (mais…)

Napoleon Hill – 16 Leis do Sucesso

Napoleon Hill – 16 Leis do Sucesso

Napoleon Hill - As 16 Leis do SucessoNapoleon Hill, nascido em 1883 e falecido em 1970, foi um homem de alto destaque na área de desenvolvimento humano.

Tenho feito algumas leituras de obras de Napoleon Hill e irei compartilhar algumas passagens destacadas e importantes para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

As 16 Leis do Sucesso

Tratam-se de passagens, neste primeiro momento, do livro “As 16 Leis do Sucesso”, comentado e adaptado por Jacob Petry – Editora Faro Editorial.

Os capítulos estão separados como Lições:

Lição 1 – CRIE UM PROPÓSITO

  • Pensamentos são coisas – e podem se tornar coisas poderosas quando misturados a um propósito definido.
  • O poder que leva ao sucesso sempre é o resultado de um esforço organizado em torno de um propósito definido.
  • Analise sabiamente o que fazer, depois, decida firmemente fazê-lo e, em seguida, execute com perseverança inquestionável.
  • A pessoa que, diante de duas coisas, hesita sobre qual deve fazer primeiro, possivelmente, não fará nenhuma.
  • A pobreza não precisa de planos nem de ajuda, pois é atrevida e implacável. A riqueza é tímida, precisa ser conquistada.
  • Um propósito específico e definido nos leva a resultados específicos e definidos; um propósito vago e indefinido nos levará a resultados vagos e indefinidos.
  • Desejo é o ponto inicial de toda conquista, mas esse desejo não pode ser apenas uma vaga esperança; ele precisa ser uma necessidade ardente e pulsante que transcende tudo.
  • Quando seus desejos forem fortes o suficiente, parecerá que você possui poderes sobrenaturais para alcançá-los.
  • O conhecimento não se aplica por conta própria. Você precisa aplicá-lo.

Lição 2 – A MENTE MESTRA

  • A Mente Mestra é a coordenação de conhecimento e esforço entre duas ou mais pessoas, em um espírito de absoluta harmonia, com a finalidade de atingir um propósito definido.
  • Nenhuma pessoa é capaz de projetar sua influência no mundo sem a aliança amistosa com outras pessoas.
  • Um grupo de mentes coordenadas em um espírito de absoluta harmonia produz mais energia do que a soma das mentes pessoais.
  • Uma pessoa sobe ao nível dos seus superiores ou desce ao nível dos seus inferiores de acordo com o comportamento daqueles que ela imita.
  • A Mente Mestra não é uma propriedade exclusiva dos ricos e poderosos: qualquer pessoa pode usá-la e tirar proveito dela.
  • A menos que esteja em busca de novas ideias, a mente se torna estagnada, estreita e fechada.
  • Ninguém alcançará o poder necessário para obter um grande sucesso se não for capaz de harmonizar outras mentes em torno do seu propósito.
  • Procure a colaboração de pessoas que possuem o que lhe falta para que você consiga realizar seu propósito.
  • Não devemos ter medo das ideias novas: elas podem significar a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Lição 3 – AUTOCONFIANÇA

  • Você será capaz de alcançar qualquer objetivo a que se propor se verdadeiramente acreditar que é capaz.
  • Convença-se de que você é capaz e a opinião de ninguém mais importará.
  • O talento é a habilidade que temos de exercer certa atividade com uma facilidade maior que a maioria das pessoas.
  • Qualquer pessoa pode começar, mas apenas aquelas que acreditam em si terminam o que começaram.
  • Nada pode parecer mais frustrante do que depender da piedade alheia.
  • Quando abrirmos a porta que leva ao poder armazenado dentro de nós encontraremos um potencial que fará empalidecer todas as outras descobertas, do passado e do presente.
  • Se você tentar o tempo todo ser igual aos outros, quem será igual a você?
  • O que nos afeta não é o que acontece conosco, mas a resposta que damos a esses acontecimentos.
  • Não há nada mais trágico ou mais comum que a inércia mental: para cada 10 pessoas fisicamente preguiçosas, existem 10.000 mentalmente estagnadas.
  • A indecisão é projeto do medo: ela se materializa em dúvida e as duas juntas se combinam para formar o medo.

CLIQUE AQUI PARA ADQUIRIR O LIVRO EM UMA SUPER CONDIÇÃO

Lição 4 – O HÁBITO DA ECONOMIA

(em breve)

Lição 5 – INICIATIVA E LIDERANÇA

(em breve)

Lição 6 – EXPLORE SUA IMAGINAÇÃO

(em breve)

Lição 7 – ALIMENTE SEU ENTUSIASMO

(em breve)

Lição 8 – AUTOCONTROLE

(em breve)

Lição 9 – FAÇA SEMPRE MAIS DO QUE O EXIGIDO

(em breve)

Lição 10 – DESENVOLVA UMA PERSONALIDADE AGRADÁVEL

(em breve)

Lição 11 – PENSE COM PRECISÃO

(em breve)

Lição 12 – CONCENTRAÇÃO

(em breve)

Lição 13 – COOPERAÇÃO

(em breve)

Lição 14 – APRENDA A TIRAR PROVEITO DOS FRACASSOS

(em breve)

Lição 15 – TOLERÂNCIA

(em breve)

Lição 16 – A REGRA DE OURO

(em breve)

Um Milhão de Page Views: SEO

Um Milhão de Page Views: SEO

1.000.000 page views blog seo rafael correa black belt marketing bruno medeirosExatamente hoje, dia 03 de julho de 2017, à noite, este blog atingiu o impressionante número de 1 milhão de page views. Esta contagem tem como data de início o momento em que a contagem efetivamente começou, em julho de 2010.

Em exatos 7 anos atingimos a marca de 1 milhão de páginas acessadas. Uma Page View é considerada uma página efetivamente aberta por algum leitor na Internet.

O mais bacana de ter chegado a este número é que tal quantidade de acessos foi alcançada de forma orgânica, o que quer dizer que nenhuma pessoa chegou até aqui em virtude de ter clicado em alguma propaganda ou anúncio na internet. (mais…)

Mil Downloads do Infográfico do Código Q

Comemoração dos 1.000 leitores do Infográfico Código Q.Esta semana é muito importante para o nosso site: o infográfico do Código Q é destaque!

Acabamos de atingir a quantidade de 1.000 pessoas que se interessaram e se cadastraram para receber o material sobre o Código Q. Isso sem gastar um único centavo com publicidade e com tráfego quase que exclusivo do Google, onde já ocupamos a primeira posição para termos vinculados ao Código Q.

Nosso Infográfico do Código Q é um arquivo eletrônico (extensão de arquivo de imagem) que pode ser salvo no seu computador, celular ou tablet para acessos rápidos a qualquer momento (mais…)

Projeto de Lei – PLP 34/15 – Aberração

PLP 34-15 - Projeto de Lei tem apoio de AlckminEstá em trâmite na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei Complementar PLP 34/2015 que prevê a delegação aos Estados de competência legislativa em relação a questões específicas de Processo Penal.

Há movimentação de políticos no sentido de que o presente PLP 34/15 seja votado em regime de urgência, sendo tal pedido já colocado em votação no dia 24/03/2015, sendo rejeitado o pedido de urgência. Porém os “pais” do Projeto de Lei estão costurando apoio para que tal urgência seja aprovada. (mais…)

Código Q: QAP

QAP, Código Q, Codigo Q, Linguagem Q, codigo de segurança, radio de policiaVocê já ouviu alguém falar QAP ou QSL, certo? Se ouviu e não sabe o significado, veja abaixo o Código na Linguagem Q ou Código Q Internacional.

Esta linguagem é utilizada como padrão na comunicação via rádio, inclusive pelas forças de segurança pública e defesa social, e a sua utilização da forma correta facilita o entendimento das mensagens, diminuindo o tempo de transmissão de dados.

A linguagem do Q, assim também conhecida, é bastante importante para diminuir os erros muito comuns de transmissão da informação pela linguagem falada e os seus equívocos no entendimento. (mais…)